"O que se leva da vida, é a vida que se leva"
                           Antoine de Saint-Exupéry 

Estr. de Jacarepaguá, 7187, Bloco 1, sl 519
(Meta Office Building I) - Freguesia de Jacarepaguá, Rio de Janeiro - RJ, 22755-155
Tel: 021 9 9983-2796 / 021 3473-5769

 

Idealizado por @fothaygrafias

Homeopatia- Ciência e arte de curar

December 6, 2015

 

Esta palavra deriva do grego, Homoios= semelhante e Pathos= sofrimento.

 

É um sistema médico, terapêutico, baseado na lei natural de cura” similia similibus curentur” ou seja semelhantes curam semelhantes.

 

Este método científico tem princípios fundamentais, leis e bases que tanto diferenciam da medicina convencional, a Alopatia, onde o que importa é o diagnóstico da patologia em questão.

 

Na Homeopatia temos uma visão global do ser humano, onde o que importa é a essência básica de cada indivíduo.

 

Lembrando dos primórdios da medicina, vemos Quiron, que segundo a mitologia era um centauro, um ser imortal que possuía uma ferida nas costas.Em função do seu sofrimento, passou a procurar um meio para sanar sua dor através de ervas; nesta busca , percebe que muitas ervas poderiam aliviar sua dor , e que outras poderiam  aliviar a dor de outras pessoas( provavelmente nasceram daí os primeiros remédios).

 

Posteriormente surgiu Esculápio-Deus da Medicina

Hipócrates- Pai da Medicina, que observa os pacientes como um todo, e dizia:

 

“ A doença é produzida pelos semelhantes e através dos semelhantes o paciente retorna a saúde”.

 

Galeno cria a lei dos contrários.

 

Paracelsius- Expõe a similitude entre as plantas e as doenças a serem curadas .

 

Hahnneman- ( Christian Samuel Hahnneman) , fundador da Homeopatia, nasceu em 10/04/1755,na Alemanha, e faleceu em 02/07/1843 em Paris.

Ele fundamentou a Lei dos semelhantes como um método de tratamento e experimentos no homem SÃO ( não em doentes ou animais). Das suas inúmeras contribuições o maior e mais polêmico motivo de glória foi e é até hoje a descoberta do poder medicamentoso contido nas doses mínimas dinamizadas de substâncias consideradas farmacologicamente inertes.

 

 

 

Vida e obra:

 

Hahnneman era filho de um comerciante de porcelanas e apesar de vir de uma família humilde, era muito inteligente, falava vários idiomas, e passou grande parte de sua vida traduzindo livros.

 

Com isso conseguiu cursar uma faculdade de medicina ( com o dinheiro de suas traduções, pagava os cursos), já formado, por volta dos 26 anos, entrou em um conflito pessoal, por não se adaptar as técnicas convencionais praticadas naquela época, e decide abandonar a medicina, voltando a se dedicar a traduções de obras médicas.

 

Ao traduzir uma obra científica que falava sobre a China officinalis( um medicamento usado no tratamento da malária) , inconformado com as propriedades atribuídas pelo autor a esta planta , passou a experimentar a droga em si mesmo e em seus familiares. Observou que a substância tinha efeitos toxicológicos e que em pequenas doses, repetidas vezes, produzia sintomas semelhantes aos da febre que era capaz de curar.

 

A data considerada como nascimento da Homeopatia, é de 1796, quando ele lançou um livro que falava de suas descobertas; 5 anos depois( 1801) nasceram os primeiros medicamentos homeopáticos- ele fazia diluições progressivas com sucções concomitantes e com isto os medicamentos passaram a ter outras qualidades, que a ciência procura até hoje explicar.

 

Em 1810, publica o Organon da arte de curar, onde deixa para a classe médica um novo método terapêutico.

 

Escreve muitos outros livros e ao mesmo tempo em que era conhecido pelas curas milagrosas, muita vezes era chamado de charlatão.Passou a ter discípulos que nele confiavam, e muita substâncias foram testadas nesta época. Muitos colegas médicos o combatiam e em virtude das inúmeras pressões que sofria, aceita o convite de um duque para mudar de cidade e continuar seus estudos.

 

Por volta dos 80 anos, conhece uma jovem francesa, de 25 anos( Melanie), que estava muito doente e o procurou para tentar uma nova forma de tratamento para seus males. Eles se apaixonaram, casaram, e foram para a França( centro da medicina naquela época), onde Hahnneman ficou conhecido mundialmente através de seu método terapêutico.

 

Em Paris, Hahnneman efetua curas ditas milagrosas, até mesmo em pacientes considerados incuráveis pelos alopatas. Ele passou a ser questionado por muitos médicos, e na tentativa de atrapalha-lo muitos tornaram-se homeopatas.

 

Hahnneman vem a falecer aos 88 anos em Paris (02/07/1843), onde estão seus restos mortais.

 

Este é um dos capítulos do livro Homeopatia e Energia- Editora Feic

Autora: Myrian Marino Mrtins Soares e Sebastião Braz  Faria ( 2011)

 

Please reload